Ilha da Queimada Grande: a "ilha das cobras" no Brasil

Ilha da Queimada Grande: a “ilha das cobras” no Brasil

A 40 km da costa brasileira há uma ilha onde até os moradores locais pensam duas vezes antes de se atreverem a entrar. A lenda diz que o último pescador que se perdeu muito perto de suas costas foi encontrado vários dias depois em seu próprio barco, morto em uma enorme poça de sangue.

Este lugar misterioso é conhecido pelos brasileiros com o nome de Ilha da Queimada Grande, e é tão perigoso colocar um pé neste pedaço de terra no meio do oceano que as autoridades brasileiras consideram a visita de qualquer pessoa ilegal. O perigo desta ilha é representado pela ponta de lança das cobras douradas, uma espécie de Bothrops que estão entre os mais letais do mundo.

As cobras de ponta de lança podem medir até meio metro e as estimativas sugerem que há entre 2000 e 4000 exemplares na ilha, razão pela qual é popularmente conhecido como a ilha das cobras. As pontas de lança são tão venenosas que uma mordida pode matar um ser humano em questão de horas.

Os membros do gênero Bothrops são responsáveis ​​por mais mortes nas Américas do que qualquer outro grupo de cobras venenosas.

Legenda sobre a origem da Ilha da Queimada Grande.

Atualmente, a ilha das cobras é completamente desabitada, embora no final da década de 1920 algumas pessoas vivessem neste lugar, uma época em que, segundo a lenda, o operador do farol junto com sua família morreu envenenado por cobras que entraram pelas janelas. Hoje, a Marinha do Brasil periodicamente visita a ilha para manter o farol e garantir que não haja aventureiros vagando por aqui.

Outra lenda local diz que essas cobras foram trazidas por piratas que queriam proteger um tesouro escondido nesse lugar. No entanto, a presença de tantas cobras neste lugar incomum é devido a um aumento no nível do mar, uma história menos emocionante do que a de piratas e tesouros, mas ainda assim interessante.

Ilha da Queimada costumava fazer parte da área continental do Brasil, mas 10.000 anos atrás, houve um aumento no nível de água que acabou separando essa massa de terra até se tornar uma ilha.

Ao longo destes milhares de anos, os animais que foram isolados na ilha apresentaram adaptações evolutivas diferentes daquelas que permaneceram no continente, particularmente as cobras de ponta de lança dourada. Como na ilha eles não tinham a terra para caçar, mas os pássaros, a mãe natureza lhes proporcionava um veneno super poderoso para aniquilar qualquer ave quase imediatamente.

Os pássaros locais aprenderam a evitar ser preso pelos predadores que se escondem na ilha, então as cobras dependem mais dos pássaros visitantes para obter comida.

Olha o vídeo: ILHA DA QUEIMADA GRANDE – UMA ILHA DAS COBRAS –

Like this post? Please share to your friends:
Deja un comentario

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: